4 de julho de 2011

Amar é Punk

Comecei o dia cantando Tente Outra vez de Raul Seixas.
Com o iPod no random, gosto sempre de deixar a sincronicidade se manifestar! (como se ela precisasse de minha permissão para se manifestar... hehehe...)
Anyway....
E ela se manifesta sempre ...
Ouvir Tente Outra Vez deu o tom do meu dia.
"Basta ser sincero e desejar profundo... você será capaz de sacudir o mundo..."
E agora a pouco, me deparei com essa preciosidade que é esse vídeo da escritora Mineira Fernanda Mello. Uma graça.
E descreveu com primor o que é Amar.
Lindo e inspirador.
" Não existe nada mais contestador do que Amar somente uma pessoa... eu quero alguém que compartilhe o chão comigo e que me dê fôlego..."
Tudo o que Fernanda descreve, aprendemos ao longo de nossa vida, das experiências, das paixões que não deram certo. E "não deram certo" porque eram paixões.
O propósito da paixão não é dar certo. É mostrar que ela não é Amor.

Mas não adianta a gente tentar descobrir "se dessa vez" é Amor.
Porque o Amor tem o seu próprio tempo, Ele envolve dois e não um.
Como sabiamente disse Fernanda, Ele desconstrói...
Desconstrói tudo que já vivemos para construir o ainda não vivido.
Amor é sereno, amigo, vem da inegável afinidade.
E se contrói e te reinventa.
Amar é punk...mesmo.


12 comentários:

Berkciara disse...

Nada melhor do que começar a semana falando de amor. Um dia a gente encontra um cara que consiga nos amar pelo resto da vida, sem achar isso piegas, a gente encontra, ah se encontra...
Ficou ótimo Pat =)
Beijo

Dinda disse...

ô, Dona Berk! Claro que ficou ótimo! rs A afilhada é sucesso! rs

Lindo post, Afilhada! Amar e Punk mesmo e é intenso. É real. É verdadeiro. É entrega. É uma reinvenção diária e constante. Amar é felicidade. Veja o Amor de Deus por nós. Vamos seguir o exemplo dele e sermos mais Amor em nossas vidas.

Eu amo você! hihihi
bjo,

Fernanda Mello disse...

Ahhhh, que lindeza! Fiquei super feliz com o post, MUITO OBRIGADA! Parabéns pelo blog, você arrasa! beijos, Fernanda Mello

Hayvolla Leite disse...

É realmente a gente confunde muito a Paixão com o Amor... Confunde tanto que as vezes nem sabemos o que sentimos... Paixão é o desejo. Um dia acaba. Agora Amor é FODA! Ensina e Fica pra sempre... É Punk mesmo.... 

Tenho um texto aqui que recebi faz muito tempo... Fizeram uma pesquisa em crianças perguntando o que é o Amor? Um dos meus favoritos.. Lá vai.. :)

A group of 4 to 8 year-olds were asked the question, “What does love mean?” Below are their answers. So pure and true.


“When my grandmother got arthritis, she couldn’t bend over and paint her toenails anymore. So my grandfather does it for her all the time, even when his hands got arthritis too. That’s love.” Rebecca- age 8 

“When someone loves you, the way they say your name is different. You just know that your name is safe in their mouth.” Billy – age 4 

“Love is when a girl puts on perfume and a boy puts on shaving cologne and they go out and smell each other.” Karl – age 5 

“Love is when you go out to eat and give somebody most of your French fries without making them give you any of theirs.” Chrissy – age 6 

“Love is what makes you smile when you’re tired.” Terri – age 4 

“Love is when my mommy makes coffee for my daddy and she takes a sip before giving it to him, to make sure the taste is OK.” Danny – age 7 

“Love is when you kiss all the time. Then when you get tired of kissing, you still want to be together and you talk more. My Mommy and Daddy are like that. They look gross when they kiss” Emily – age 8 

“Love is what’s in the room with you at Christmas if you stop opening presents and listen.” Bobby – age 7 (Wow!) 

“If you want to learn to love better, you should start with a friend who you hate,” Nikka – age 6 
(we need a few million more Nikka’s on this planet) 

“Love is when you tell a guy you like his shirt, then he wears it everyday.” Noelle – age 7 

“Love is like a little old woman and a little old man who are still friends even after they know each other so well.” Tommy – age 6 

“During my piano recital, I was on a stage and I was scared. I looked at all the people watching me and saw my daddy waving and smiling. He was the only one doing that. I wasn’t scared anymore.” Cindy – age 8 

“My mommy loves me more than anybody . You don’t see anyone else kissing me to sleep at night.” Clare – age 6 

“Love is when Mommy gives Daddy the best piece of chicken.” Elaine-age 5 

“Love is when Mommy sees Daddy smelly and sweaty and still says he is handsomer than Robert Redford.” Chris – age 7 

“Love is when your puppy licks your face even after you left him alone all day.” Mary Ann – age 4 

“I know my older sister loves me because she gives me all her old clothes and has to go out and buy new ones.” Lauren – age 4 

“When you love somebody, your eyelashes go up and down and little stars come out of you.” (what an image) Karen – age 7 

“Love is when Mommy sees Daddy on the toilet and she doesn’t think it’s gross.” Mark – age 6 

“You really shouldn’t say ‘I love you’ unless you mean it. But if you mean it, you should say it a lot. People forget.” Jessica – age 8 

And the final one — Author and lecturer Leo Buscaglia once talked about a contest he was asked to judge. The purpose of the contest was to find the most caring child. The winner was a four year old child whose next door neighbor was an elderly gentleman who had recently lost his wife. Upon seeing the man cry, the little boy went into the old gentleman’s yard, climbed onto his lap, and just sat there. When his Mother asked what he had said to the neighbor, the little boy said, “Nothing, I just helped him cry” 

Espero que goste. Bjao pra vc!

Anônimo disse...

Nunca soube de sua existência e continuo ignorando, sempre acho que alguém que 'trabalhe' com recicláveis lhe dará alguma importância, afinal, merda é adubo.
Passei por aqui pra lhe "dizer" que gostei de vê-la comentando os comentários de outros comentaristas (- desculpe a redundância ...foi de propósito, pra você entender a mensagem! -hehehe), vez que TEM seu próprio blog e como tal, assim, não tem a necessidade de invadir o espaço alheio e ficar ENCHENDO a pagina alheia com seus comentários ricos em irônias e sarcasmos, não é Srta. Paty...ou será que deveria chama-la de Dona da Verdade?!
Gostei mesmo de ver, seu textinho láá..e aproveitei pra mostrar a dona da página, quão medíocre você é.
Enquanto a loirinha precisa de apenas UM blog pra ser o sucesso que é, você tem quantos mesmo?...com que audiência?!
Sem contar que PESSOALMENTE...a loirinha é linda, sob todos os aspectos e cativa; Já você...volte pra Sampa...gente como você, de fato é muito interessante...pra preservação do "meio ambiente" auto-sustentável!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Patricia Guerra disse...

Ora Ora... quanta honra de tê-lo em meu Blog... capitão caverna.

Pra que tanta raiva de um pedaço de adubo ?
Vejo que consegui lhe enxegar muito além do que eu imaginei que fosse.

Permiti seu comentário aqui, só pra que vc veja como somos diferentes.

O sucesso que vc pensa q eu busco, querido, não está em Blog ou twitter. Esse é o tipo de atenção que VOCÊ busca. Já te disse isso.

Só estou me dando o trabalho de responder, em respeito às pessoas que me lêem e que ignoram pessoas como vc.

Todos (E SAIBA ABSOLUTAMENTE TODOS ) q comentam no Blog de Liz te ignoram. Poor you.

Enfim, a boca fala do q está cheio o coração, e o presente pertence à quem compra.
Vá se cuidar rapaz, pq até pra ser adudo, ser merda precisa de competência e vc nem isso tem.

Olha, eu não tenho raiva de vc. Pessoas como vc passam a vida sozinhas, infelizes e desprezados.
Eu tenho muitos amigos... mais do q vc possa sonhar, imagino q não saiba o que é ser amado... e bem amado, portanto nem em sonho isso deve se passar na sua cabeça.

Que Deus cuide de você, que São Miguel Arcanjo vá ao seu encontro neste momento aonde vc estiver e lhe mostrar a natureza das coisas.
Que destrua toda nuvem de treva que está ai ao seu lado, alimentando todos esses sentimentos nefastos que estão acabando com o pouco de inteligência que lhe foi dada.

Luz e Paz pra vc.

Marcela disse...

Mas tem palhaço que acha que todo espaço é palco para fazer seu número. Já não basta tentar aparecer em outro blog, vem aqui tentar aparecer?
Ainda por cima é incoerente. Se realmente não se importasse ou ignorasse a dona desse espaço não teria se dado o trabalho de vir aqui, comentar e praticamente pedir para aparecer.

Já que estamos em um espaço virtual e não se pode colocar uma melancia na cabeça para sair à rua vamos comentar em blogs alheios.

Como não se tem qualidade suficiente para ter um blog próprio, vamos causar polêmica em blogs alheios.

Como não se consegue se olhar no espelho e se enxergar, se aceitar, vamos ofender os outros. Até porque é mais fácil fazer isso do que se encontrar com as próprias fraquezas, medos e temores.

Nem vou aqui entrar no mérito de você não ter a coragem de mostrar a cara e assinar como anônimo.

Mas sabe o que desejo é que Deus te ilumine e possa fazer com que você consiga superar todas as suas dores e que ao invés de dirigir palavras de ofensa, saiba o que é ser amado.

LIZ PASSOS disse...

Só para contextualizar um pouco, queria lhe dizer que Patricia Guerra é uma pessoa de grande importância nessa minha ainda curta trajetória como blogueira. Antes de vc sequer saber que eu existia ou o meu blog, ela foi a primeira pessoa a dizer que gostava dos meus textos e que eu devia continuar escrevendo, portanto minha grande incentivadora. Ela tem o DIREITO de escrever o que quiser naquele espaço que é destinado à pessoas queridas e de energia boa. Ainda que ela não fosse minha amiga, os seus comentários sempre seriam bem aceitos, afinal são sempre complementares, respeitosos e nunca munidos de ironia ou sarcasmo... ao contrário, sempre trazem amor, fé e sentimentos bons.

Ocorre que ela, como a amiga companheira que é, tem sempre a atitude nobre de se preocupar comigo e discordar de pessoas que me ofendem ou tentam transformar os comentários do meu blog em um circo de horrores, dessa forma se colocou em minha defesa, coisa que EU deveria ter feito e por ser muito condescendente não fiz, se opondo à alguns comentários feios e vulgares que apareceram por lá... vc deve saber do que estou falando, não é?

Como já me posicionei diversas vezes, o meu blog não está lá para receber apenas elogios ou para que as pessoas sempre concordem... as divergências sempre foram bem aceitas, desde que estivessem dentro de um padrão aceitável de educação.

Pat, pode ter quantos blogs quiser, pois nessa mulher conteúdo é o que não falta! E sinto desapontá-lo, mas não é audiência que ela procura, os seus textos estão longe de serem publicitários ou ter algum cunho comercial. Se ela tivesse essa pretensão, certamente já teria conseguido, afinal é uma publicitária muito bem relacionada.

Sinto amor verdadeiro pelos meus amigos e sendo Pat, uma das pessoas que fazem parte desse grupo pequeno, mas de muita qualidade, não posso aceitar e ficar quieta com esse seu comentário tão cheio de ódio e inverdades. Jamais poderia me sentir lisonjeada com os seus "elogios" (que aliás variam tanto entre ofensas e palavras "bonitas"), sendo que vc está "tentando" (pq não vai conseguir) atacar uma pessoa que tem lugar especial no meu coração.

O mundo já está cheio de amargura e maldade, caro anônimo! Resgate a bondade que um dia houve no seu coração. Somos pessoas que acreditam em um AMOR bem MAIOR do que aquele que falo lá no meu blog. Deixe que esse AMOR, que nos faz tão bem, chegue até você!!!!

LIZ PASSOS

Patita,
Seu texto está lindo, como sempre.
Beijos

Lucimária Costa disse...

Nossa!!Pat,já te falei uma vez e repito vc não precisa provar pra ninguém o quanto é do bem. Vc não se atém somente em palavras, mas em atitudes que revelam o seu jeito de ser, sua essência. Esse texto falando de Paixão e Amor deixa notória a sua sensibilidade, e isso ninguém pode negar. Nem mesmo uma pessoa desprezível e recalcada como esse sr caverna! Vê-se bem que ele não sabe nada sobre vc e muito menos sobre amizade e companheirismo! Pessoas assim são dignas de pena, precisam encontrar Deus, precisam encontrar o verdadeiro amor!Esse que vc já conhece e que principalmente vive! Adoro o seu blog! mo ler os seus textos, sempre falam ao meu coração! Vc toca a alma de quem visita esse espaço que é SEU e que vc compartilha generosamente conosco!Obrigada por isso!!
Bjs!! Fica com Deus! Que Ele te proteja e te guarde!

Bruno Espírito Santo disse...

Ôhh amiga, que professor é o Amor.. e, como todo bom professor lhe ensina, antes de qualquer lição, o valor do que é aprendido..
Esse mesmo professor leciona Humanidades na disciplina do Tempo e, por vezes, só pra quebrar o gelo nos primeiros dias de aula, se traveste numa randômica Shiva, transformadora e iconoclasta..
A coordenação pedagógica da Sra. Paixão é da área das "exatas", por vezes tenta dar de ombros com a energia potencial deste mestre, tecendo apologias às inúmeras possibilidades oferecidas por sua linha de pensamento, a fim de desviar o aluno do foco apontado pelo primoroso mestre.. mas ela só consegue desviar os anônimos figurantes do meio da sala.. Os CDFs encantadores das primeiras filas são aplicados e resilientes, mas não ficam muito atrás da turma do fundão que criativamente se destacam e por vezes ensinam mais a este mestre que ele poderia crer com sua experiência.
O Amor se dá pra quem se entrega, e isso é muito arriscado, fato, mas é como diz o ditado: No pain, no gain.. and this is very punk!!

Ana Claudia disse...

Quando comecei ler o comentário do tal Capitão Caverna, confesso que fiquei assustada. Cheguei a me perguntar: que ser humano é esse, que precisa se esconder atrás de um pseudônimo para dizer o que pensa? Que ódio é esse? Que necessidade gratuita é essa de agredir, ofender... Ainda que na verdade, só consiga despertar pena? À medida que eu ia lendo, ia pensando: ele quer chamar atenção, aparecer, fazer sucesso... Mas quando terminei de ler, senti que era mais do que isso. Na verdade acho que nem é você Patrícia, sua amiga Liz ou qualquer outra pessoa em especial que o incomoda tanto, acho que, o que o incomoda de verdade coitado, é ver em vocês, tudo que é ausência nele: amizade, amor, carinho, companheirismo, competência, sucesso, a admiração das pessoas... E principalmente Luz! É isso que o incomoda. A vida de vocês é da maneira que ele queria que fosse a dele!
Pela energia negativa que sentimos só em ler suas palavras,percebe-se que ele ainda vive na escuridão, ainda não encontrou seu caminho, a Paz de Espírito, a Alegria de Viver, de Servir a Deus, de Amar o próximo... Pobre coitado! Será que toda essa segurança toda, que ele demonstra ter pra atirar verdades na cara dos outros, julgar as pessoas, ele realmente tem ou seria só pra mascarar a dor da solidão, a insegurança, a inveja, a pobreza de espírito...?
Uma coisa é certa, depois desse comentário que ele fez aqui, ele ganhou e muito, o que acho que ele mais precisa neste momento: ORAÇÃO!!!

Pat,
Que Nossa Senhora das Graças, Cubra-Te com o Seu Manto Amor e Luz, Te Proteja e Defenda de todos os males e de todas as serpentes que atravessarem o seu caminho!

Que Deus Te Ilumine e Te Guarde sempre! E que os Espíritos de Luz Te Protejam de todas as energias negativas!

Fica com Deus!

Ana Claudia.

disse...

Preciso te visitar mais vezes, ops visitar seu blog!!! Que por sinal sei que você é ótima com as palavras também como muitas que vejo por aí, ainda bem que ainda tem muitas assim como você, como nós!!!


E ahhh o 'amor é punk' - sábia Fernanda Mello e não posso deixar de citar o saudoso Cazuza.


Beijos