9 de novembro de 2010

Caetanear



Tô corrida, abafada no trabalho mas não quis deixar de vir aqui hoje.
Ontem fui assistir ao Música Falada com Caetano Veloso no Teatro Castro Alves. (Clique no nome Musica Falada pra ver o que é... )

E como o Música Falada não é simplesmente um show, é mais conversa do que qualquer outra coisa, e se tratando de Caetano, vocês podem imaginar que ele falou sem parar.

Foi divertidíssimo.
Caetano é uma pessoa super inteligente, e isso não é novidade nenhuma, basta olhar para sua discografia e vamos perceber o óbvio.
Mas talvez eu é que fui tocada de forma diferente ontem, pelas inteligência e sensibilidade de Caetano.

Ao contar sua história no Música Falada, Caetano passeou pela História, Filosofia, Sociologia, Psicanálise e Política.
E não, não mencionou conceitos. Foi melhor: ele mostrou que viveu e vive esses conceitos que nos fazem aprofundar a Alma.

Não canso de dizer que sou fã da Psicanálise, que julgo ser uma das melhores ferramentas de auto-conhecimento para a existência humana.
O oráculo de Delphos já dizia: Conhece-te a Ti Mesmo. E coisa mais certa eu não conheço.
O que mais me sensibilizou em Caetano ontem, foi o fato dele se conhecer profundamente, o fato dele dar conta de suas impossibilidades, de suas feridas, de seus medos, de seu imenso Amor por sua familia e seus amigos.
Acho que posso dizer que Caetano é uma pessoa que ama a vida e isso faz com que a vida nele, seja larga e profunda.

Ao ser perguntado sobre sua capacidade de mudar e se reinventar, humildemente respondeu: "Não sou eu, todo Homem é um poço sem fundo" - demonstrando sapiência com a Alma Humana.

Você pode estar pensando:
"- Aham, então a Mulher Melancia é um poço sem fundo ? Só se for de peitos e bundas..."
Ela é sim. Só não descobriu ainda. Até o momento se deteve pela limitação estética do corpo e das experiências, digamos, sensoriais.
E não acho, que vai passar disso... pelo menos nesta vida !! #prontofalei

Mas concordo com Caetano.
Todos nós somos poço sem fundo.
Almas infinitas de possibilidades, idéias e luz.
Quem limita somos nós... juntamente com o Dr. Encrenca... o Ego.
Ele limita nossa expressão maior, ao mesmo tempo é fator fundamental na descoberta do caminhar, do resplandecer da Alma, que é uma combinação de fatores.
Não é só inteligência.
É inteligência com Amor, Humildade, Generosidade e Sabedoria.
E para isso, não precisamos ser necessariamente intelectuais.

Mas precisamos sair de nós, viver o Amor e tudo que o ele trás.
Sem medo.
Porque É O AMOR QUE ABRE TODAS AS PORTAS DA NOSSA ALMA.
As outra dimensões, inteligência, intelectualidade e sabedoria são ferramentas fundamentais nessa abertura é bem verdade, mas a a palavra chave é A-M -O - R.

Renda-se de uma vez.
Não tem jeito.
Não tenta advinhar como vai ser e se vai dar certo. Seja o que for.
Viver envolve risco e as chances são 50% para cada lado.
Para que perder tempo no não viver ? No não Amor ?
Todos os Caminhos levam à UM Só.

Ele mesmo.
A Fonte.
A Luz.
O Pai.
A Essência do Universo.

Vamos Caetanear o que há de bom.


Cartas para redação.
Bjo, me twitta
@patmguerra



Sina

Djavan

Pai e mãe, ouro de mina
Coração, desejo e sina
Tudo mais, pura rotina, jazz
Tocarei seu nome prá poder falar de amor
Minha princesa, art-nouveau
Da natureza, tudo o mais
Pura beleza, jazz
A luz de um grande prazer é irremediável neon
Quando o grito do prazer açoitar o ar, reveillon
O luar, estrela do mar
O sol e o dom, quiçá, um dia a fúria
Desse front virá lapidar
O sonho até gerar o som
Como querer caetanear o que há de bom

5 comentários:

Sara Sousa disse...

um cantor que admiro, e depois deste texto parece que o conheço bem melhor, o que me leva adimrá-lo mais ainda...

Gostava de tambem puder dizer que me conheço,mas se o fizesse estaria a mentir, porque infelizmente eu sinto e sei que não me conheço..

Belas palavras!
Incrivel,você escreve seja o que for, eu fico tempos e tempos a pensar no que li =)

Obrigada!

beijinho no coração

Anônimo disse...

Pat,
Fiquei refletindo depois sobre o que Caetano expressou e sobre suas palavras muito bem escritas por sinal (diminuindo a dívida...hehehe)... Seus problemas, limitações, etc, tudo que vc colocou e sabe o que eu percebi? Ele transmitiu tudo com naturalidade - Mesmo momentos difíceis - Não se lamentou! Além de se conhecer, como você colocou, ele passou por tudo sem perder a sensibilidade... Imagine qq pessoa sendo presa? eh difícil... Enfim, é isso! Acho que ele "cresceu" e se supera também pelo positismo que carrega! Bjs. Quintanilha.

Dindinha disse...

OIeee!

"Caetanear o que há de bom"!

Caetano é um cara como você: caledoscopico! O que quer que isso signifique. Mas ele é sim! E você também.

Muitos em um e ele mesmo em todos!

Foi uma noite linda! Tirando o momento que o cara pisou no meu dedo! E a conversa "Emílica" no carro foi o fechamento da noite!

Te amo!

Bjo

lucianafialho disse...

Patati Patatá!!!

Cpisa mais linda vc escreveu! E olha q eu nao sou essa fã de Caetano... Acho que ele passa uma certa arrogância e isso nao me deixa taaaao a vontade de conhece-lo melhor.
Adorei seu texto! Vc fez eu pensar melhor sobre o Criador e a "Criatura Caetanesca". rs

Um bjo no chulé! :0
lu fialho

Anônimo disse...

Ohhh amiga!!!
Com tanta correria, só hj me dei conta que estava sentindo falta de ler vc.
Queria muito ter ido caetanear e ter participado desse momento único.. não deu!
Mas q bom que vc foi e contou tudo tão bem detalhado!
Beijosss
Liz