17 de abril de 2008

Carolina Rosa de Jesus





Minha avó estava de partida da Nave Mãe... ou pelo menos eu achava.
Ela recebeu a extrema unção, esteve em quase óbito por 2 vezes...mas resolveu ficar, acho que porque ninguém nasce de véspera. Nasce pra vida e nasce pra Eternidade.
Mas hoje ela foi de verdade. Parou de ensaiar. Decidiu ir ao encontro do Pai Maior, de Nossa Senhora e de seu Filho tão amado.

Ontem eu fui à missa da cura e foi muito especial e só hoje eu entendo o porque.
Chorei de soluçar, que nem criancinha quando cantei Maria de Nazaré.
Essa foi a primeira música cristã-católica que aprendi a cantar, ainda pequenina.
Naqueles tempos, eu ainda morava em São Paulo e ia todos os Domingos à missa matinal com minha vovó Carol.

Talvez o choro de ontem, tão intenso e profundo, foi uma antecipação da manhã de hoje, foi um adeus, um até logo, porque a eternidade fica logo ali.
Em homenagem à minha avó linda,
forte e querida, minha referência de mulher guerreira,
dedico esse post de hoje e agradeço a Deus por ter sido uma neta muito amada.
Aproveitei muiiito a companhia da minha avó... eu a única neta que ela deixava dormir na cama dela, porque eu nem me mexia, e nem roncava.... "Drumia quetinha"


Vai lá, Vó. Olhar por nós.
Te amo, hoje e sempre.
Sua neta


Consagração à nossa Senhora

Ó minha Senhora e também minha mãe,
Eu me ofereço, inteiramente todo a vós.
E em prova de minha devoção,

Eu hoje vos dou meu coração.
Consagro a vós meus olhos,
meus ouvidos, minha boca.
Tudo o que sou,

desejo que a vós pertença.
Incomparável mãe,
guardai-me, defendei-me,
Como coisa e propriedade vossa.

Amém.




4 comentários:

Dulce Dedino- psicóloga e psicanalista disse...

Pat
lembrei da Carol... que me ligava quando vc estava em NY, para saber de você ou pedir para vc ligar para ela.
Hoje vc me ligou dando notícias dela.

Renata Tapioca disse...

Amiga,
Amor de vó e de vô só sabe quem teve e isso não há distância que apague..na verdade desde que minha vó se foi nós só mudamos o meu de comunicação...agora a gente se fala pela oração e pelo coração.
bjs

Marcela Oliva disse...

Irmã,

o texto do blog de hoje demonstra puramente e sabiamente o maior presente que sua vó te deu e que você o carrega para onde quer que vá: sua fé!

Ontem durante o dia vi a saudade em você, mas a saudade tranquila, a paz e a certeza de que ela está em um lugar melhor... e cuidando da outra Carol que vai chegar.

Nada é por acaso e estranho será o dia que nada acontecer... e ontem aconteceu foi coisa!

Te amo!

bjo-bjo

Lc disse...

Hello from Faial Island - Azores - Portugal.

Come and meet our beautiful island in the middle of the Atlantic...

http://rotadashortencias.blogspot.com/

Leave me a comment, to keep in touch.