28 de maio de 2008



Há um tempo não escrevo.
Ando sem tempo e um pouco sem paciência também.
Tenho estado em águas calmas, o que é muito bom.

Mas Domingo... matei uma saudade... e foi melhor do que devia.
Ou não.
Talvez até então, eu não teria dado a devida importância à pessoa.

Será carência ?

Hum... não sei.
Pode até ser.
Mas essa vez me senti livre de muitas coisas, estou com o coração mais leve e tranquilo.
Talvez por isso tenha visto de uma forma diferente.
E o bem querer que existe por ele, veio a tona mais claro e solto.

Tudo muito bom.
E eu bem que estava merecendo.

A seguir cenas dos proximos capitulos... ou não.
Com a vida, a gente nunca sabe. Tudo pode acontecer, inclusive nada.

Dormir Contigo
(Luis Miguel)

Dormir contigo
es el camino, mas directo al paraiso
sentir que sueñas
mientras te beso y las manos te acaricio
Dormir contigo
es navegar en una estrella hasta el espacio
es embriagarme con el susurro de tu hablar
tierno y despacio

Dormir contigo
es conocer la dimension que tiene un verso
sentir que duermo y al mismo tiempo conocer el universo
Dormir contigo
con tu cabello acomodado aqui en mis brazos
y el terciopelo que me brinda tu regazo
que maravilla dormir contigo

Dormir contigo
con la ilusion de que
despertare mañana
con el calor y un nuevo dia
en la ventana
fue algo hermoso amor
dormir contigo
Dormir contigo
con tu cabello acomodado
aqui en mis brazos
y el terciopelo que me brinda
tu regazo
que maravilla dormir contigo
Dormir contigo
con la ilusion de que
despertare mañana
con el calor y un nuevo dia
en la ventana
fue algo hermoso amor
dormir contigo

3 comentários:

Anônimo disse...

esperamos que esta tal pessoa nao tenha o endereço do seu blog...

Patrícia Guerra disse...

Querido anônimo:
eu espero não só que ele tenha o endereço do meu blog, como tb que leia o post. Se eu achasse q ele não poderia saber, claramente nem escreveria no Blog que é uma ferramenta de comunicação publica.

Não tenho do que me esconder. Ja pedemos tempo demais se escondendo atras de nossas máscaras.

Acabo de decidir q esse comentario vai virar um post.
Aguarde e assine seu nome, não se esconda atras de um pseudonimo, quem sabe assim podemos trocar ideias.

Marcela Oliva disse...

Assino em abaixo, Pat!!!!!

Ia falar justamente isso... pq não falar? pq restringir o que vc quer falar?

É por isso que as coisas (não) acontecem... abafar palavras, sentimentos, textos... O pior temor é o próprio temor!

bjo-bjo