28 de julho de 2008

Resposta

"O amor está em tudo, em todos, e deveria estar o tempo todo... Temer o amor é temer a vida e os que temem a vida já estão meio mortos." (Bertrand Russell) "Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, pois o triunfo pertence a quem se atreve... A vida é muita para ser insignificante". (Charles Chaplin)

3 comentários:

ANDREA MENTOR disse...

Pat querida! Não só o triunfo, mas amar pertence a quem se atreve! Viver pertende a quem se atreve... Viver em estado pleno de amor. Temer o amor é realemte temer a vida. E, o medo de amar é tão grande quanto o medo de não ser amado, só pode ser. O mais visível mecanismo de defesa.

Marcela Oliva disse...

"Eu fico com a pureza da resposta das crianças... e a vida, é bonita e é bonita...."

De volta!

bjo-bjo

Vitão! disse...

Oi, Patta! Lendo esse seu post, me lembrei de alguns textos similares. Para o primeiro, "Quase" (Fernando Pessoa): "(...) Porque embora quem quse morre esteja vivo, quem quase vive já morreu." E para o segundo, "A vida é curta pra ser pequena" - Chacal. E eu engrosso o coro. Ter medo faz parte. Afinal, não há "coragem" se não houver medo, certo? Mas sigamos adiante sempre. Beijo!